Seios – alimentam o corpo e a alma

Escrito por Mhario Lincoln. em: 15/08/2015 | Atualizado em: 01/09/2015

Compartilhe

José de Oliveira Ramos

(O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. )

 

 

 

 

 

A beleza visual mostrada de qualquer ângulo

Muito já se falou aqui, e em outras páginas sobre a mulher. Mulher é isso, mulher é aquilo – e diga-se, as mulheres merecem. Seja ela qual for.

Muitas vezes é o homem quem empresta sua força física na produção da célula familiar, contribuindo de forma incontestável para o sustento material e/ou financeiro. Mas, reconheçamos, é na mulher que está o pilar mais forte e mais humano quando se pretende erigir a entidade familiar.

O mundo moderno tenta encontrar um caminho nos destinos da raça humana que, de forma contestável, põe em xeque a importância da mulher no contexto social. O “casamento” entre dois seres que nasceram masculinos, por exemplo. Mas, esse não é o assunto que pretendemos enfocar.

Mulher é aquele ser humano que não para. Está sempre procurando evoluir, melhorar, construir alguma coisa de que possa, um dia, se orgulhar. Mas, sejamos sinceros, existem também “algumas” (que, felizmente são minoria) que não encontram mais forças e competência para sair da decrepitude.

 

É incrível o que uma mulher faz para agradar.  Primeiro, a si própria diante dos (das) outros (as), ao seu par. Mas, o mundo só continua sendo mundo e o que é, porque a mulher está sempre procurando a fortaleza familiar. Isso é incontestável.

No Brasil, nas décadas que já estão distante, mulheres marcaram seus nomes nas conquistas que algumas usufruem nos dias de hoje. Uma dessas mulheres foi Leila Diniz. Outra, Norma Benguel, sem esquecer a francesa Brigitte Bardot. Alguém consegue esquecer cenas memoráveis do filme “La belle de Jour” com a interpretação marcante de Catherine Deneuve? Pois não pensem que foi fácil fazer aquele filme.

Calçar sapatos de saltos altos. É, afirmam algumas mulheres, um martírio. Mas, ao longo dos dias e nas noites de festas, as mulheres mais elegantes estão em verdadeiras plataformas que, nunca se sabe, consegue suportar seus próprios pesos. E, nessas festas, mulheres atuais mostram fendas laterais e frontais.

Muitas mulheres mostram essas fendas porque têm beleza para mostrar. E, fenda que se preza não mostra sutiã. E, para mostrar a fenda sem sutiã, a mulher tem que “estar em dia” e com tudo em pé no que a natureza reserva de muito bonito – os seios.

O que é que uma mulher acha mais bonito em si?

São os seios, a bunda, as coxas ou o quê?

Pois, minha falecida Avó, que nunca mostrou a bunda pra ninguém (nem pro marido – diferente de algumas que, hoje, cantando, mostram mais a bunda que a voz), e só mostrou os seios para amamentar as duas filhas que pariu, sempre quis explicar aos netos que, “muié que veve amostrando os peitos, acaba escondendo o que tem de mais bonito – a inteligença”!

Com relação a isso, ainda existem as mulheres pudicas, ou, não tão modernas quanto outras. É comum a mulher usar uma roupa muito decotada, sugerindo que pouco importa o que eventualmente aparecer, mas que, ao se agachar por alguma necessidade, põe a mão no tal decote para que os seios (e pouco interessa o estado em que eles estejam) não apareçam. Dá para entender?

Nos últimos anos, algumas diferentes interpretações que tentam se justificar atribuindo às questões estéticas, mulheres têm recorrido à aplicações de produtos químicos em defesa de uma beleza irreal e, nunca lhes pertenceu.

Existem situações engraçadas nesse enfoque de “seios”. Que percentual de valorização (ou seria melhor, “excitação”?) tem os seios femininos numa relação sexual normal, entre um homem e uma mulher?

E, que importância tem num coito, se os seios femininos são pequenos, flácidos, grandes – independentes de aplicação de silicone ou não – rijos, bonitos ou feios? O que isso tem com a ereção masculina?

Claro que se sabe que os seios funcionam de forma excitante – mas muito mais para a mulher – quando acariciados de forma.... delicada, digamos!

Mas, também sabemos que os seios não formam apenas uma parte excitante do corpo feminino. Tem uma função biológica imensurável e alterações do corpo feminino – regulação hormonal, gravidez, tpm e amamentação – que provocam dores ou prazeres, der acordo com cada momento. O prazer consciente da amamentação é completamente diferente do “prazer” da excitação sexual.

E, finalmente, com todos os benefícios das funções biológicas e os prazeres da prática sexual através das lancinantes carícias – os seios têm provocado alegrias e dissabores a tantas mulheres na sua missão de fazer parte da vida.

Cresce a cada dia o número de mulheres acometidas de doenças fatais, por caracteres genéticos e hereditários, por disfunções hormonais ou até mesmo pela incessante procura de mudar características impostas pela natureza.

Afinal, para que servem mesmo os seios de uma mulher?

Será que cada um de nós tem opinião diferente?

O aleitamento materno prejudica ou beneficia a mulher e o seu conjunto corpóreo?

O que é mais “útil” – como um todo – à mulher: os seios ou a inteligência e o caráter?

Comentários  

0 #8 aulaJosé de Oliveira Ram 21-08-2015 18:20
JS: parceiro, aprender, todos nós aprendemos todos os dias e com as mais diferentes pessoas. Tal como aprendi, agora, com sua generosidade.
Citar
0 #7 VergonhaJosé de Oliveira Ram 21-08-2015 17:10
José Cândido Neto: não entendi patavinas, parceiro! Semeei feijão e você colheu cebolas!
Citar
0 #6 PoetaJosé de Oliveira Ram 20-08-2015 14:33
Mazé: eu que agradeço a sinceridade e a generosidade do teu comentário. Eu sempre gostei de mulher. Eu adoro mulher e amei muito minha Avó e minha Mãe. E, acredite, "mamei" nas duas. Mamei o leite que me deu defesa e o carinho que me fez gente. A mulher, entendo, é um conjunto de beleza. Mas, flácidos ou rijos por conta da idade, os seios são uma bela redoma. Adoro seios femininos com mamilos espalhados. Como esses da foto.
Citar
0 #5 LindoJosé de Oliveira Ram 20-08-2015 11:50
Graça Silva: linda é você, Gracinha. Imagino o tamanho e a pureza de um coração que bate abaixo dos teus seios. Fonte de alimento e de beleza.
Citar
0 #4 aulaJS 20-08-2015 10:17
Meu compadre, vc deu uma aula...
Citar
0 #3 VERGONHAJosé Cândido Neto 20-08-2015 10:01
Afinal, para que servem mesmo os seios de uma mulher?Será que cada um de nós tem opinião diferente? O aleitamento materno prejudica ou beneficia a mulher e o seu conjunto corpóreo? O que é mais “útil” – como um todo – à mulher: os seios ou a inteligência e o caráter?

São essas as respostas que o governo comunista deve responder. Um governo do ódio este que se implantou no Maranhão. Um governo de vingança. Comunistas que trazem vingança são comunistas. A história mostra que nenhum governo comunista terminou bem para o povo em geral. Aguardem. Desculpe o desabafo, jornalista.
Citar
0 #2 PoetaMazé 20-08-2015 09:56
Oliveira, obrigado por esta página de posia pura.
Maria José Lago
Bacabal
Citar
0 #1 LindoGraça Silva 20-08-2015 09:55
LINDOOOOOOOO é na mulher que está o pilar mais forte e mais humano quando se pretende erigir a entidade familiar.
Gracinha
Citar