O fim dos sonhos

Escrito por Mhario Lincoln. em: 04/10/2015 | Atualizado em: 04/10/2015

Compartilhe

Por José de Oliveira Ramos  

                              (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. )

 

A longa e infrutífera espera – nem assim me desesperei.
Ontem me flagrei saindo de casa. Usava meu fusquinha preto e seguia na direção de um encontro que, inicialmente, me levaria ao amor – o combustível sem preço que abastece nossos corpos e rejuvenesce nossas almas.
Cheguei e senti um aroma conhecido de outras horas e de outros dias. O aroma da vida. Olhei o relógio e não vi as horas – e isso nem interessava muito, pois na hora que chegasses nos abraçaríamos de braços largos e pernas abertas.
Nos envolveríamos em gozos, provocando orgasmos e um longo sono nos molhados lençóis brancos.
Lençóis brancos, dentro de um fusquinha preto?!
Tudo era apenas um bom e indesejado sonho. O sonho da espera de ter-te no carro debaixo de ventos e aromas conhecidos, ou de lençóis macios da pura seda. É um sonho que, espero, um dia se torne realidade.
Um barulho externo chama a atenção. Paro a leitura. Fecho o livro na página que antevê a posse e o gozo. Apago a luz do abat-jour e caminho na direção da porta de entrada.
Abro a porta e te vejo. Vestias um longo casaco de veludo preto e, por baixo, apenas uma calcinha preta delineando tua beleza curvilínea.
Eu, sem palavras, como se tivesses realizado uma mágica. Jogas o roupão no sofá e te apresentas magicamente nua, vestida apenas com uma rosa vermelha.

Mal percebi que terminara de ler mais um capítulo do livro que tem o teu nome e todas as páginas são dedicadas a ti.
Apago a luz, e adormeço debaixo de lençóis reais.

Comentários  

0 #9 AnajatubaJosé de Oliveira Ram 04-10-2015 21:07
Marcia Lopes - Grato pelo comentário generoso. Volte sempre, amiga.
Citar
0 #8 Que tristezaJosé de Oliveira Ram 04-10-2015 21:04
Lu Braga - Obrigado pela leitura da postagem. Grato pelo conselho, passe bem e boa saúde.
Citar
0 #7 FundoJosé de Oliveira Ram 04-10-2015 21:01
Mazé Lago - Agradecido amiga. Os sonhos reprimidos não eram meus. Eram da leitura do livro que eu lia. Beijão e sempre seu amigo.
Citar
0 #6 Bons sonhosJosé de Oliveira Ram 04-10-2015 20:59
Helder Silva - Não podemos transformar nossos sonhos em realidade. Era apenas leitura de um livro. De qualquer forma, obrigado pela leitura da postagem e pelo comentário respeitoso.
Citar
0 #5 AnajatubaFatima Lima 04-10-2015 20:30
Fatima Lima Pra mim mais do que ilustre homens importante dedicados a escrever. Gostar de Ler não pra todo mundo são os ESCOLHIDO.

SEDUC-MA

To no face:
https://www.facebook.com/fatima.lima.7739814?fref=ufi&pnref=story
Citar
0 #4 AnajatubaMarcia Lopes 04-10-2015 20:18
Espetacular, adorei a ajuda, para aprender a amar de um jeito, mais serio.
Citar
0 #3 Que tristezaLu Braga 04-10-2015 08:52
Tá triste por perder a gata do sonho? Faz isso, não. Há Deus no caminho de todos nós. Elevemos nossas preces antes de dormir a Deus e ele nos livrará de todas as amarguras do mundano.
O que está faltando, senhor, é a oração. Se o senhor acredita na força da oração, que ore!
Esses pesadelos são coisa do diabo atormentando a vida de um senhor que deve ter dado muitos bons exemplos a sua família. Procure ler o SALMO 23 antes de dormir.
Na paz do Senhor.
Citar
0 #2 FundoMazé Lago 04-10-2015 08:50
Te desejo que seus sonhos reprimidos se transformem em realidade meu amigo querido. Ainda é tempo de plantar.
Mazé Lago.
Citar
0 #1 Bons sonhosHelder Silva 04-10-2015 08:49
Tive muitos desses sonhos, Oliveira. E todos terminaram na ilusão do passado.
Ha ha ha.
Coisas de nossa idade, compadre.
HS
Citar