A arte de aplicar em Ações

Escrito por Mhario Lincoln. Publicado em Redes Sociais em: 21/10/2014

Eloi Moccellin

@garimpodeacoes 

Assessoria financeira de investimentos em ações e tributação atinente. Atende apenas no Brasil. É independente.

 

 

Como funciona a Dinâmica das Operações em Bolsa?

Execução

O investidor envia sua ordem de compra ou venda, se for via Internet, o investidor

estará enviando sua ordem diretamente ao sistema da Bolsa. Se através de corretores,

estes farão o contato com a Bovespa, também via eletrônica.

Liquidação

Executada a ordem de compra/venda, ocorre à liquidação física e financeira, processo

pelo qual se dá a transferência da propriedade dos títulos e o pagamento/recebimento

do montante financeiro envolvido, dentro do calendário específico estabelecido pela

Bolsa para cada mercado.

No mercado a vista, vigora o seguinte fluxo de liquidação:

D+0 - dia da operação;

D+1 - prazo para os intermediários financeiros (Corretoras) especificarem as

operações por eles executadas junto à Bolsa;

D+2 - entrega e bloqueio dos títulos para liquidação física da operação, caso ainda não

estejam na custódia da CBLC;

D+3 - liquidação física e financeira da operação.

A liquidação é realizada por empresas de compensação e liquidação de negócios, que

podem ser ligadas à Bolsa ou independentes.

A bolsa utiliza a CBLC - Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia para liquidar as

operações realizadas em seus mercados.

As Corretoras da bolsa e outras instituições financeiras são os Agentes de

Compensação da CBLC, responsáveis pela boa liquidação das operações que executam

para si ou para seus clientes.

- As operações em bolsa podem ser efetuadas nos seguintes mercados:

• A vista - no qual, compradores e vendedores estabelecem um preço para um lote de

ações a ser entregue e pago no prazo determinado, atualmente D+3;

• A termo - onde as partes fixam um preço para liquidação físico-financeira da ação em

prazo futuro determinado e;

• De opções - no qual as partes negociam o direito de comprar/vender a ação a preço e

prazo futuros determinados.

Mercado a Termo:

Com o intuito de suprir as mais variadas necessidades e objetivos, o mercado de

capitais brasileiro oferece aos aplicadores uma série de alternativas de investimento.

Uma opção não muito conhecida, mas em crescimento, é a compra e venda de ações no

mercado a termo.

Em poucas palavras, a negociação de um papel a termo consiste na compra ou venda

de ativos para liquidação futura. Dessa forma, acerta-se previamente a cotação do

produto negociado, uma determinada ação, por exemplo, com a garantia de que na

data acertada o comprador entregará o valor contratado e o vendedor o ativo em

questão.

Para realizar uma operação a termo, é necessário depositar uma garantia ou uma margem,

que, no momento inicial, corresponde à diferença entre o preço a vista e o preço a

termo do papel, acrescido de um montante para cobrir eventuais variações do ativo no

pregão seguinte. Este montante varia, mas é menor para papéis com volatilidade mais

baixa e maior liquidez. Caso o preço do ativo siga em direção contrária à esperada pelo

investidor, ele terá que aumentar o montante da margem, de forma a fornecer uma

maior garantia à operação. Vale lembrar que no mercado brasileiro é possível prestar

garantia à operação também na forma de cobertura, ou seja, depositando os papéis na

CBLC, o que dispensa o vendedor de fornecer outras garantias adicionais.

Quais as vantagens de se investir no mercado a termo? O mercado a termo oferece uma

série de vantagens, uma vez que através deste tipo de contrato os investidores podem

proteger preços de compra e venda de um ativo, além de diversificar riscos de uma

carteira de investimentos. E o mais importante: muitas vezes com poucos recursos.

Vamos supor que um investidor acredite que o preço de uma ação vá subir em um

determinado período, mas não tenha ou queira aplicar no momento uma quantia

elevada na compra do papel. Este pode fixar o preço de compra ao adquirir tais papéis

no mercado a termo, pagando apenas uma margem e obtendo lucros com a valorização

das ações.

Diversificação de riscos e alavancagem financeira:

Como os negócios no mercado a termo são realizados também mediante o depósito

de margens, com o valor total da operação podendo ser repassado apenas na data

de conclusão da mesma, a compra de contratos a termo também possibilita aos

investidores a aquisição de um número maior de papéis mediante ao uso de um

volume menor de recursos.

Ao invés de alocar todo o dinheiro disponível em apenas uma ação, o aplicador

pode investir a mesma quantia em um número maior de ativos considerados

atrativos, assumindo menores riscos, pois uma eventual queda de uma ação pode ser

compensada pela valorização das outras.

Maximizando ganhos e operações de financiamento. Dependendo do objetivo do investidor,

a venda de um ativo no mercado a termo também pode se apresentar como uma

alternativa interessante. Da mesma forma que se pode proteger o preço de compra

de uma ação, o preço de venda de um ativo pode ser determinado. Vamos supor que

um investidor já esteja satisfeito com a valorização de um determinado papel e queira

vendê-lo, mas não necessita dos recursos no momento. Este pode negociar tais ações

no mercado a termo e elevar os seus ganhos, pois serão recebidos os juros de um

período além do preço a vista de tal ação. Neste contexto, o investidor também pode

realizar uma operação de financiamento, comprando uma ação no mercado a vista e

vendendo o termo, com o objetivo de ganhar com a diferença entre os preços a vista e

a termo. A negociação de contratos a termo pode ser utilizada ainda para a obtenção

momentânea de recursos. Um investidor que possua uma carteira de ações e precise

dinheiro no curto prazo, mas não queira se desfazer de nenhuma ação pode vender a

vista e comprar a termo, operação que geraria caixa sem o desmonte de posição. Cabe

citar que existem estratégias mais sofisticadas de investimento, onde uma operação

de compra e venda de contratos a termo pode ser casada com operações nos mercados

à vista e de opções, o que vale a pena ser explorado em novo artigo.

Riscos: Se o mercado a termo apresenta diversas vantagens, é sempre importante

destacar que também existem riscos adicionais neste tipo de aplicação. Além dos

riscos já normalmente associados ao mercado de ações, o investimento em termo

traz também a questão da alavancagem. Pelo fato de o mercado a termo permitir a

aplicação de valores menores com alavancagem, muitos investidores acabam perdendo

a dimensão de qual sua exposição efetiva ao mercado. Com isso, os riscos acabam

multiplicados. Portanto, vale sempre lembrar que, mesmo com todas as vantagens

apresentadas, o mercado a termo traz riscos ainda maiores que o mercado a vista,

sendo recomendado apenas para investidores de perfil agressivo.

Valéria e as Eleições 2014

Escrito por Mhario Lincoln. Publicado em Redes Sociais em: 25/06/2014

VALÉRIA FERNANDES

@valeriaqibrasil

 


Nós, 200 milhões de brasileiros, caminhando rumo as urnas para um momento decisivo para nossa nação pela escolha dos governantes que irão estabelecer,regras,normas,leis,nas nossas vidas e,nossos impostos.
A avaliação do eleitor é preciso ser de forma precisa e assertiva,na escolha do candidato,visando criteriosamente o currículo do candidato. Por exemplo:Se ele responde algum processo de improbidade administrativa,presença assídua nas sessões,principalmente em votação de projetos (Importantes e emergenciais)quantos projetos e qual a importância foram feitos durante seu mandato.Analisar tambem projetos que foram feitos em favor ou desfavor d povo,ou apenas para seus benefícios próprio.Se fazem parte de "associação criminosa" por desvio d verbas públicas,ou tráfico d influências.Um projeto que foi muito esperado aos anseios d sociedade foi a "Redução Maioridade Penal" que não foi aprovado n Congresso e no Senado,verificar nomes dos Deputados Federais e,
Senadores,que votaram contra.De olho nos candidatos que compram "VOTOS" te oferecendo quaisquer tipos d donativos.Esse deve ser banido das urnas,já denota a falta de comprometimento com o cidadão.
Candidatos que prometem projetos demagógicos e palavras mágicas.Os projetos devem ser analisados pelos eleitores,se terão fundamentos de serem executados. Será de suma importância assistirmos todos os debates, avaliando as propostas de cada candidato,e posteriormente cobrarmos. Verifique a veracidade dos "MARKETÓLOGOS" de cada candidato se são apenas propagandas enganosas. Avaliar a vida do candidato antes e depois que chegou n poder.Aqueles que chegaram pobres e ficaram milionários as nossas custas devem der "freados" das urnas.
Vejo hoje,como cidadã e formadora d opinião,a desmotivação do eleitor brasileiro,em relação ao "Cenário Político Nacional",o quanto está difícil escolhermos um bom candidato,que ponto chegamos,vamos ter de escolher o menos pior.
Mas quatro anos,se nao escolhermos o menos pior,pode ser fatal,o rumo do nosso País.
As redes serão uma ferramenta muito importante para utilizarmos para manifestar nossas opiniões e,críticas.E, observarmos os "Pretensos" candidatos que começaram aparecer nas redes,somente nessa época.


"MUDA BRASIL"

"Inquietude e descontentamento sao as primeiras necessidades do
progresso" ( Thomas Alva Edison)


VALÉRIA FERNANDES

Consultora Política

Goiânia -GO

"SEGURANÇA PÚBLICA"

Escrito por Mhario Lincoln. Publicado em Redes Sociais em: 29/05/2014

VALÉRIA FERNANDES

 

 

A inércia do poder público em relação a falta de segurança é um desalento a sociedade que já se arrasta por longas datas.


Segurança pública, saúde, educação sempre foram prioridades nas campanhas eleitorais que nunca passaram de falsos discursos e promessas milagrosas.


A falta de segurança é um conjunto de fatores que requerem soluções rápidas e eficazes. É preciso que haja planejamentos de recursos para serem executados ao menos minimizando a violência.


Artigo 6o da C.F.(Constituição Federal) diz: "Segurança é direito do cidadão e dever do estado."

É preciso mais investimentos em infraestrutura em delegacias, viaturas, armamentos e mais efetivos na polícia, possibilitando através de concursos públicos.

Que haja mais policiamento efetivamente nas fronteiras combatendo o tráfico de drogas e de armas. O C.P.(Código Penal) já se arrasta desde 1940 e precisa ser repensado e reformulado mais, de acordo com nossa atual realidade.


Leis que deveriam resguardar mais o cidadão de bem, enquanto que na maioria das vêzes, favorece o miliante. Hoje na sociedade os crimes com maiores atrocidades sao do "Menor Infrator".

Os "pseudos" menores, que são amparados pelo o E.C.A.(Estatuto da Criança e do Adolescente). Lei 8.069 d 13 de Julho de 1990. é um ordenamento jurídico que tem como objetivo e proteção integral do "Menor" e ressaltando que a Lei dá o direito do menor a votar. Mas protege, em não pagar pelos seus delitos.


Hoje a violência tem sido uma verdadeira guerra civil, vidas sendo dissipadas e nenhuma providência eficaz do poder público para coibir os crimes que assolam a sociedade.


Hoje o Brasil está no ranking entre Países mais violentos.


Mas a violência e a miséria precisam ser atacadas com a ferramenta chamada "EDUCAÇÃO". Se o poder público não investir no ensino de qualidade, fundamental e superior, continuarão o índice de analfabetismo.


A pobreza e o analfabetismo gera sempre uma polêmica, que os próprios especialistas jurídicos e psiquiatras acreditam que haja uma relação aos crimes.


Hoje o maior desafio dos 200 milhões de brasileiros é driblar a violência para continuarmos vivos.
A segurança pública no Brasil é direito d todos e responsabilidade da União, Estados e Municípios.

 


VALÉRIA FERNANDES

Consultora Política

Goiânia- GO

"O ENGODO PETISTA"

Escrito por Mhario Lincoln. Publicado em Redes Sociais em: 30/04/2014

VALÉRIA FERNANDES
Consultora Política
Goiânia- GO

TWITTER: 

 

 

 

Como cidadã e formadora de opinião achei o momento oportuno em falar do dia do "TRABALHO", que oficialmente se comemora no dia 1o de MAIO e que teve origem na (França em 1889).

No Brasil foi em Santos, em 1895. Mas a data foi consolidada em 1925 quando o Presidente Artur Bernardes  baixou um decreto instituindo 1o d Maio como feriado nacional.


Esse dia representa 200 milhões de brasileiros, autênticos guerreiros que somos. O PT (Partido do Trabalhador), apesar da sigla bem sugestiva, olha como se o "Trabalhador" tivesse motivos para comemorar a data no atual governo.

O primeiro governo do PT (Partido d Trabalhador) surgiu como se tivesse nascido uma "Flor no Asfalto",  os anseios, esperanças do povo brasileiro não foram aleatórias.

Todos esperavam por mudanças e um diferencial dos outros governos antecessores. Mas hoje o governo PT faz parte do mesmo
poder de elite, governando em desfavor da classe trabalhista.

Mas com o tempo os sonhos foram transformando em verdadeiro pesadelo. Lula antes d chegar ao poder era a maior
"Figura" que representava a classe trabalhista enquanto sindicalista. Encabeçava os movimentos, incitava as greves,
crucificava os governos que antecederam o seu.

Pregava-se ética, moral, honestidade nas suas ideologias. Sempre foi um crítico ferrenho, mas era mesmo
obcecado pelo o poder. Seu governo foi pautado em um dos maiores escândalos - o"Mensalão" - e em seguida veio sua sucessora,
Presidente Dilma, dando continuidade à farsa de um poder para os trabalhadores que, na verdade, virou o mesmo
governo elitizado. Hoje a Sigla PT (Partido dos Trabalhadores) não mais nos representa, pois seu governo é pautado
em corrupções, escândalos, tráfico de influência, economia instável, inflação decolando, dívidas, ausência de
políticas públicas eficazes.

Hoje o PT (Partido dos Trabalhadores) e seus aliados dilapidaram os anseios do povo brasileiro estando
no legítimo exercício da defesa de seus direitos, indo contra a imoralidade pública.

Os 200 milhões d brasileiros serão "Presenteados" pelo governo PT que nos deixará um espólio do rombo de bilhões
de dívidas para pagarmos a fatura durante anos a fios.

Esse será o legado deixado aos trabalhadores brasileiros, que nada tem a comemorar
no dia 1o de Maio (Dia do Trabalhador).

Que nessas eleições possamos dar um novo salto de responsabilidade de escolher bem os próximos governantes.

VALÉRIA FERNANDES
Consultora Política
Goiânia- GO

ASSÉDIO MORAL

Escrito por Mhario Lincoln. Publicado em Redes Sociais em: 23/04/2014

(*) Convidada VALÉRIA FERNANDES (foto) (Tuíter: @valeriaqibrasil )

 

Marie France Hirigoyen conceitua o assédio moral como “toda conduta abusiva (gesto, palavra, comportamento, atitude...) que atenta, por sua repetição ou sistematização, contra a dignidade ou a integridade psíquica ou física de
uma pessoa, colocando em perigo seu emprego ou degradando seu ambiente de trabalho”.

(Pesquisadora francesa, psiquiatra, psicanalista).

 

 

 

O Assédio Moral já vem se arrastando por longas datas.

Nos últimos tempos têm crescido as denúncias das perversas formas de violência dirigidas aos trabalhadores durante a jornada de trabalho ou no exercício de suas atribuições, praticadas por chefes ou pessoas hierarquicamente superiores.


O assédio moral é a exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras. A vítima é excluída e isolada do grupo sem explicação passando ser perseguida, desestabilizando a vítima (trabalhador), o hostilizando e o inferiorizando.

Algumas situações e alguns locais:

 

1 - EMPRESAS PRIVADAS:

Os trabalhadores sofrem por aqueles que detém o poder e por seus representantes, como instrumentos para alcançar metas e atingir lucros.

 

2 -EMPRESAS PÚBLICAS:

As pressões por diferenças políticas, partidárias ou ideologias.


Então, como conhecer as tendências ao assédio moral? O assediador sempre agirá:

 

a) Fala com você aos gritos, faz ameaças e intimidações.

b) Questiona seus atestados médicos.


c) Marca o número de vezes que você vai ao banheiro.


d) Diz que você tem problema psicológico.


e) Passa tarefas humilhantes.


f) Nao lhe dirige a palavra e ignora sua presença.


g) Retira sua autonomia e seus instrumentos de trabalho.


h) Sobrecarrega você de outras tarefas.

 


3 - AS PRINCIPIAS VÍTIMAS:

_Mulheres.
_Portadores(as) de doenças relacionadas ao trabalho (LER/ DORT)
_Vítimas de acidente
_Negros(as)
_Homossexuais
_Portadores(as)de necessidades especiais
_Trabalhadores com mais de 40 anos
_Pessoas que sobressaem por sua postura crítica e que contestam regras injustas.


4 - O QUE ACONTECE COM A SAÚDE DAS VÍTIMAS D ASSÉDIO MORAL:

_Aumento de peso ou emagrecimento exagerado.
_Distúrbios digestivos.
_Palpitações,dores no peito,pressão alta,tremores.
_Aumento no consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas.
_Estresse.
_Depressão,medo acentuado,tristeza,perda de auto-estima.
_Irritação constante,falta de confiança em si mesmo,cansaço exagerado.
_Dificuldades para dormir,pesadelo,sentimento de culpa.
_Pensamentos de suicídio.
_Mudança d personalidade.
_Falta de esperança no futuro.

 

5 - PROVIDÊNCIAS


"O DIREITO NÃO SOCORRE OS QUE DORME"

DENUNCIE: Ao MPT(Ministério Público d Trabalho) ou
Nomeie um Advogado.


VALÉRIA FERNANDES


Consultora Política
Goiânia -GO